Tecnodrom.com.br
Tecnodrom.com.br
Tecnodrom.com.br


Autor: Michel

Autor: Michel | Data: 24/02/2014

Olá pessoas, tudo bem?

O blog Tecnodrom quase sempre faz posts com notícias atuais sobre tecnologia, mas hoje farei algo um pouco diferente.

Os posts “Histórias do Big Smoke” tem como objetivo contar a vocês algumas histórias(NÃO ME DIGA!) sobre o quê o Big Smoke vê no dia a dia.

 

 

 

#2- A ajuda.


Quando você faz um curso de T.I. é quase inevitável que as pessoas te peçam ajuda quando o assunto é computador (leia o post “Vida de T.I.”).

 

 

 

 

Nunca reclamei ao ajudar as pessoas, porém as vezes, me deparo com situações difíceis, na qual o problema não é a máquina, mas sim a pessoa por trás dela.

Abaixo está uma conversa (via telefone) em que me deparei com uma dessas situações:

 

Anônima: Olá Big Smoke, Tudo bem?

 

Quando ouço essa frase, já sei que a próxima será para pedir algo.

 

Big Smoke: Tudo bem.

 

Anônima: Então, você poderia me ajudar com uma coisa?

 

Eu não disse!?

 

Big Smoke: Pode falar.

 

Anônima: O meu twitter tá branco.

 

Hã!?

 

Big Smoke: Como assim, branco!?

 

Anônima: Eu não consigo enxergar nada, ele está todo branco.

 

Big Smoke: Hum, pode ser a tela. Vá até a área de trabalho.

 

Anônima: O que é isso?

 

Vixi, agora ferrou!

 

Big Smoke: Se você minimizar todas as janelas verá a área de trabalho.

 

Anônima: É onde tem o papel de parede?

 

Big Smoke: Isso mesmo! Agora clique com o botão direito na área de trabalho.

 

Anônima: Cliquei! Agora apareceu as opções: Exibir, Organizar, Agrupar...

 

Big Smoke: Calma, clique em personalizar.

 

Anônima: Pronto, cliquei em resolução da tela.

 

O quê!?

 

Big Smoke: Não, era pra clicar em personalizar.

 

Anônima: Não dá para fezer por aqui?

 

CLARO QUE NÃO!!

 

Big Smoke: Infelizmente não. Volte pra área de trabalho.

 

Anônima: Como eu faço isso?

 

NÃO É POSSÍVEL!! Calma, calma Big Smoke, vamos conseguir.

 

Big Smoke: Você tem que minimizar todas as janelas.

 

Anônima: É onde tem o papel de parede?

 

AHHHHHHH!!!!!!!!!

 

Big Smoke: Isso mesmo!



Para que você não morra de tédio, não publicarei a conversa inteira que durou aproximadamente 40 minutos. Felizmente, não cometi suicídio durante o processo. O problema foi resolvido, porém na semana seguinte recebi uma ligação:

 

Anônima: Olá Big Smoke,Tudo bem?

 

Big Smoke: Tudo bem.

 

Anônima: Estou com um problema. Meu twitter está branco denovo!

 

Big Smoke: Área de trabalho [...].

 

Fazer o que, né!?

 

 


Autor: Uezima

Autor: Uezima | Data: 19/02/2014

Se você gosta de se divertir de vez em quando nos mundos incríveis que o vídeo-game nos proporciona, provavelmente também acham que a experiência fica ainda mais divertida se compartilhada com seus colegas a partir de modos multiplayer.

Assim, que tal jogar Pokémon Red cooperativo, através da internet com nada mais nada menos do que aproximadamente 40 mil pessoas ao redor do mundo? Isso mesmo, você não leu errado, 40 mil pessoas jogando o mesmo jogo.

Isso trata-se de um experimento social, onde foi desenvolvido um mecanismo em que é transmitido pela plataforma Twitch TV, muito utilizada para livestreams, as imagens de um emulador do Pokémon Red onde os próprios usuários podem interagir com a transmissão, digitando os comandos do jogo no chat da plataforma, como por exemplo: a, b, start select, up, down, left, right.

Pokémon

 

Segundo a descrição do projeto, os comandos digitados pelo usuário podem acabar sofrendo delay, isso por conta da alta demanda de usuários acompanhando a transmissão causando um atraso de cerca de 20 a 40 segundos para a execução dos comandos.

O objetivo de todos é comum: tornar-se o Mestre Pokémon.

Um documento no Google Drive já foi criado para indicar os objetivos já alcançados (quatro insígneas já foram conquistadas).

Além disso, uma página no Reddit foi criada exclusivamente para que os usuários estabeleçam os próximos objetivos e discutam sobre o game.

Caso queira acompanhar esta interessante experiência ao vivo, clique aqui.


Autor: Uezima

Autor: Uezima | Data: 14/02/2014

Já é de conhecimento de todos que o irritante jogo Flappy Birds se tornou uma verdadeira epidemia ao redor do mundo. Milhões e milhões de pessoas perderam consideráveis parcelas de seu tempo tentando fazer com que o pássaro de chumbo atravessasse os obstáculos do Mário Bros.

Flappy Birds

Mas apesar do estrondoso sucesso do aplicativo, o desenvolvedor Dong Nguyen, removeu seu viciante joguinho das prateleiras da Apple Store e Google Play, sob a justificativa de que o game era muito viciante, atitude bastante respeitosa por parte do programador.

Como o Flappy Birds se popularizou muito rapidamente, algumas pessoas não tiveram oportunidade de baixá-lo, pois só tomaram conhecimento do mesmo após a retirada do aplicativo das lojas virtuais. Esta situação propiciou um ambiente excelente para os crackers de plantão, que se aproveitando do caso, diversos “Flappy Birds” genéricos começaram a surgir no Google Play.

Estas versões maliciosas do game podem acabar causando sérios problemas ao seu aparelho, além disso, seus dados pessoais podem acabar sendo expostos para o cracker, como é o caso de um desses apps danosos, que se disfarça como “versão Trial” do jogo e quando executado, solicita o envio de mensagens de texto à um número no exterior, transmitindo informações como: número do aparelho, operadora e lista de contato do Gmail.

Infelizmente, casos como esses ocorrem por conta dos critérios, estabelecidos pelo Google, para que um aplicativo seja considerado de “qualidade” para compor o acervo de aplicações no Google Play. Por um lado, esta política é excelente aos desenvolvedores sérios, uma vez que as taxas para publicar um app na loja do Android é muito mais barata e o tempo que se leva para esta operação é bastante reduzido se compararmos com os critérios da Apple. Porém, do outro lado, acaba permitindo que aplicações maliciosas acabem sendo liberadas no Google Play, justamente por não haver uma avaliação mais profunda desses softwares.

 

Android

 

Não que o Windows Phone seja excelente, mas este Meme tem uma certa verdade, infelizmente.


Autor: Michel

Autor: Michel | Data: 12/02/2014

Quando ouvimos a palavra apple na tecnologia, sempre nos vem à cabeça o falecido empresário Steve Jobs. Porém, poucas pessoas lembram de seu parceiro e cofundador da Apple: Steve Wozniak.

 

 Woz dando um Hadouken.

 

Steve Wozniak nunca viu com bons olhos a ambição financeira do parceiro Steve Jobs. Seu entusiasmo por softwares abertos o transformou num ferrenho crítico dos padrões fechados adotados pela Apple.

 

Semana passada, Steve Woz (para os íntimos) fez uma declaração muito polêmica. Segundo ele, a maçã deveria desenvolver ao menos um celular com Android e adotá-lo como alternativa aos iPhones.



"Nós competiríamos muito bem. As pessoas gostam da estilização e da manufatura do nosso produto em comparação com outros smartphones com Android. Poderíamos jogar nas duas áreas ao mesmo tempo",sugere Woz.

 

Apesar disso,é bem improvável que a Apple desenvolva um iPhone com Android. Tim Cook, CEO da Apple, é bem conservador (como Jobs era) em relação aos produtos da Apple.

 

Desabafo:

Por isso que as especulações de sites sobre o iPhone costumam ser furadas.

Novo iPhone com holograma, câmera 3D infravermelho. Difícil de acreditar!

 

 

A empresa, como seu CEO são conservadores demais para isso. Então esperem apenas um Iphone com tela maior e mais fino.

 

 


Autor: Uezima

Autor: Uezima | Data: 05/02/2014

Para promover e colocar no limite um novo aspirador de pó "inteligente" (aqueles que conseguem ter uma visão do ambiente e limpá-lo de forma automatizada, evitando colisões com obstáculos), a LG preparou um experimento no mínimo inusitado: colocou o aspirador RoboKing numa pequena plataforma, suspensa numa altura de aproximadamente 100 metros para provar a eficiência do equipamento em fazer um mapeamento do ambiente em que se encontra ou se espatifar no chão (hehe).

Obviamente o resultado do experimento foi um sucesso e no final das contas a plataforma ficou inteiramente limpa. Não satisfeitos com o teste, foi colocada uma bola de futebol no meio de dois desses aspiradores e uma disputa entre eles foi feita nas alturas de um grande edifício.

Para finalizar, o aspirador foi colocado numa grande caçamba em cima de um veículo que percorreu uma trilha bastante tortuosa, provando que até mesmo com pouca estabilidade, o corajoso equipamento fazia um bom trabalho.


Você pode conferir os vídeos divulgados pela LG abaixo:

 


Desenvolvido por:

Desenvolvido por: GUILHERME UEZIMA

Creative Commons (CC) 2013-2014 Tecnodrom.com.br - Alguns direitos reservados

//Frase para encher linguiça (Ops ... :) )

Início das atividades: 01/01/2013

Licença Creative Commons
Tecnodrom - Um blog de tecnologia de Tecnodrom é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada

.
Tecnodrom | Um blog de tecnologia (Ou quase isso ...)