Tecnodrom.com.br
Tecnodrom.com.br
Tecnodrom.com.br


Autor: Michel

Autor: Michel | Data: 23/07/2014

A tecnologia está avançando nunca visto.Celulares mais inteligentes,máquinas que executam suas funções sem o auxílio de um humano, e até carros que dirigem sozinhos.Porém,a tecnologia avança para a guerra,onde são criadas armas inteligentes e “Homens de ferro” da vida real.

 

Smartguns

 

De acordo com o site Engadget, o termo “smart gun” é uma marca registrada da empresa Mossberg, tradicional fabricante de armas dos EUA. Contudo, o conceito original é informalmente usado para designar qualquer arma de fogo que é projetada para permitir que somente o seu dono puxe o gatilho. Como o armamento faz isso, para fins conceituais, não faz diferença.

 

Entre as tecnologias mais utilizadas para isso estão a RFID, que usa a radiofrequência para troca de dados a curtas distâncias, e a leitura biométrica. Porém, existem projetos e protótipos de armamentos que usam diversos sensores para gravar e comparar a pressão com a qual uma determinada pessoa segura a arma — o melhor exemplo dessa técnica é o sistema Dynamic Grip Recognition, desenvolvido no New Jersey Institute of Technology.

 

No vídeo abaixo,temos o dono da arma utilizando um relógio que manda sinais de rádio para a arma,que só atira com a pessoa que possuir o relógio.

 



Rifles inteligentes

 

Quando o assunto é tiro de longa distância, um dos equipamentos mais avançados é o rifle da TrackingPoint — o qual está sendo testado pelas forças armadas dos Estados Unidos. O que chama atenção nesse armamento é a sua composição que traz funções presentes em computadores.

A vantagem dessa arma está, na verdade, em sua mira telescópica. Ali estão localizados: bússola, microfone, servidor WiFi, calculador de balística, lentes, sensores de pressão, temperatura e infravermelho, além de um filtro para atirar sob condições climáticas ruins. Todos esses dispositivos coletam informações, as quais são processadas por um microchip comandado por um sistema baseado em Linux.

 



Além disso,as balas utilizadas em armas também estão recebendo maiores avanços.Um exemplo disso são os cartuchos disparados pelo rifle XM25 — que já participou de alguns conflitos no Afeganistão. As cápsulas possuem 25 milímetros, sendo capazes de perfurar quase todo tipo de material. Mas isso não é o motivo da revolução trazida por esse equipamento.

O destaque aqui é o fato de cada bala contar com uma espécie de microcomputador que promove explosões controladas. Basicamente, o atirador pode determinar o momento em que a munição deve explodir, liberando os estilhaços que podem atingir um inimigo que estava protegido ou escondido.

 



Homens de Ferro

 

Um assunto que foi discutido recentemente foi o do projeto TALOS,Feito pelo governo americano,que pediu ajuda de Hollywood para construir uma armadura para seus soldados.

Lindsay MacGowan, a fundadora da Legacy Effects que também trabalhou nos recentes Robocop de José Padilha e X-Men: Dias de um Futuro Passado, disse que: “É uma tarefa árdua, porque a vida de alguém estará nas nossas mãos”.

 



Com isso,poderemos ter uma 3ª Guerra mundial extremamente tecnológica.Mas não se preocupem,o Brasil estará preparado até lá.

 

 


Autor: Michel

Autor: Michel | Data: 21/07/2014

O Procon-SP divulgou nesta semana uma edição atualizada da sua lista de sites de comércio eletrônico a serem evitados, em que incluiu 18 novas páginas. A relação completa pode ser conferida na página do Procon-SP, por meio deste link. No total, já são 406 com histórico ruim junto ao órgão de proteção e defesa do consumidor.

 

Para evitar aborrecimentos, o Procon-SP recomenda que, antes de efetuar a compra de um produto, o consumidor fique atento a alguns detalhes importantes. Procurar no site a identificação da loja (CNPJ, razão social e telefone), desconfiar de ofertas vantajosas demais e não comprar em lojas que só aceitam boleto bancário ou depósito são alguns dos conselhos a serem seguidos.

 

Então, devemos tomar muito cuidado com sites mal-intencionados. E lembre-se:

A promoção de R$2500 por R$400 sempre deve ser visto com desconfiança.

 


Autor: Uezima

Autor: Uezima | Data: 18/07/2014

Logo após o enorme sucesso do jogo para dispositivos móveis, Flappy Bird, inúmeras versões genéricas, vulgo piratas, surgiram nas lojas de aplicativos dos celulares Android, Windows Phone e iOS, a coisa se multiplicou quando o desenvolvedor retirou a versão oficial das "prateleiras" dessas lojas de aplicativos.

Hoje, nem o antigo Apple II ficou de fora de ter uma versão do viciante jogo do pássaro que precisa atravessar os canos do Mario Bross, isso graças ao desenvolvedor Dagen Brock que recriou o game para o clássico computador da Apple. Segundo Brock em seu blog pessoal, criar a base e uma versão funcional de Flapple Bird não foi uma tarefa difícil: mesmo com apenas alguns minutos livres por dia, o processo levou apenas três semanas. 

 

O resultado pode ser conferido abaixo, em duas versões:

 


Autor: Uezima

Autor: Uezima | Data: 14/07/2014

Se você acha que já viu de tudo, esqueça, principalmente quando o assunto adentra o grandioso mundo da rede mundial de computadores, vulgo internet.

A história dessa vez, é um tanto quanto inusitada, do tipo de coisa que é difícil de acreditar sem verificar de perto se é ou não verdade. Estamos falando o americano Zack Danger Brown que criou uma campanha no site Kickstarter - uma ferramente que basicamente facilita a captação de dinheiro para a produção de um determinado projeto, onde qualquer um pode colaborar - com o objetivo de financiar uma salada de batata, isso mesmo!

O melhor de tudo, é que Zack pedia para esse “projeto” um valor de apenas 10 Obamas, mas o que ele não esperava é que num intervalo de pouquíssimo tempo, a campanha no mínimo bizarra conseguiu arrecadar um total de US$ 21 mil em doações realizadas por nada mais nada menos do que 1615 colaborações fãs de salada de batata.

O Kickstarter não possui nenhuma regra impedindo campanhas excêntricas, vulgo bizarras, como estas.

Entre os “brindes” oferecidos pelo internauta para quem colaborou com o projeto, podemos citar uma foto do próprio Brown fazendo a tal salada (para quem doou US$ 3) e um livro com receitas de saladas de todos os países que fizeram parte da campanha (para os generosos que contribuíram com US$ 50).

Depois desse feito, o norte-americano prometeu dar uma “festa da batata” e convidar todos os contribuintes da mais cara salada de batata do mundo, mas já adverte: “Pode ser que ela não fique boa. Esta é a primeira vez que faço salada de batata.”

Se quiser conferir o projeto com seus próprios olhos, clique aqui.

Salada de batata


Autor: Michel

Autor: Michel | Data: 11/07/2014

Como vocês já sabem esse blog tenta sempre trazer notícias sobre tecnologia, porém não temos como fugir da copa do mundo, o mais importante evento around the fucking globe.

Como a copa está sendo sediada no nosso amado país, ela se tornou a copa da zueira, que não tem limites.

Então vou colocar alguns memes dessa copa, que entre mordidas e joelhadas, empolgou a todos.

 

Logo no primeiro jogo do Brasil, Marcelo faz um gol contra, o que resultou nos memes.

 

Nesse jogo, tivemos também jogador Fred, que foi criticado pela sua atuação em todos os jogos da copa.

No jogo Uruguai x Itália, tivemos um caso muito peculiar no futebol, onde Suarez morde Chiellini no ombro, gerando memes ao redor do mundo.

 

 

 

 

Depois disso, tivemos o jogo Brasil e Colombia, onde o zagueiro da Colômbia dá uma joelhada nas costas do Neymar, tirando-o da Copa.

 

 

Fonte:Canal Nostalgia

 

E para nós terminarmos a copa em grande estilo,perdemos para a Alemanha de 7 x 1 na semifinal.

Esse resultado deixou os brasileiros envergonhados,mas a zueira nunca deve acabar.



E que venha a copa na RÚSSIA.

Fonte de algumas imagens:Desimpedidos


Desenvolvido por:

Desenvolvido por: GUILHERME UEZIMA

Creative Commons (CC) 2013-2014 Tecnodrom.com.br - Alguns direitos reservados

//Frase para encher linguiça (Ops ... :) )

Início das atividades: 01/01/2013

Licença Creative Commons
Tecnodrom - Um blog de tecnologia de Tecnodrom é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada

.
Tecnodrom | Um blog de tecnologia (Ou quase isso ...)